Rio,  
30 de maio de 2020

Quem somos

Código Nacional de Ética AMTRJ

Em 21 de setembro de 1968 foi fundada a Associação Brasileira de Musicoterapia (ABMT). Em 1984 a ABMT passa a ser a Associação de Musicoterapia do Estado do Rio de Janeiro (AMT-RJ) cuja missão é “Promover o desenvolvimento, a aplicação e a divulgação da musicoterapia”.
Em 2008, no livro comemorativo dos 40 anos da Associação de Musicoterapia do Estado do Rio de Janeiro, Clarice Moura Costa conta na apresentação deste, uma pouco de nossa história:

“[…] Em 21 de setembro de 1968, foi fundada a Associação Brasileira de Musicoterapia (ABMT) por um grupo de profissionais que trabalhavam há bastante tempo usando a música com objetivos psicopedagógicos e terapêuticos. A Associação tinha âmbito nacional e visava congregar e promover trocas entre esses profissionais. Quatro anos depois, em 1972, foi sentida a necessidade de um curso para oferecer uma base teórica e uma sistematização da prática dos musicoterapeutas, que até então eram guiados apenas por sua intuição e sensibilidade. Em 1978, o Curso de Formação de Musicoterapeutas foi reconhecido pelo conselho Federal de Educação, passando a ter existência oficial como curso de graduação.
Desde então, muita água correu. A associação e o Curso tiveram uma atuação inestimável na divulgação da musicoterapia no Brasil e, alguns anos mais tarde, pelo mundo. O Rio de Janeiro teve um papel fundamental na criação de cursos em outros estados, muitas vezes enviando professores para lecionar ou ajudar na organização. Começaram a ser fundadas associações estaduais e observou-se que devia haver um órgão nacional para congregá-las. Diante disto, a ABMT reformou seus estatutos, transformando-se em uma associação estadual, a AMT-RJ, e foi fundada União Brasileira das Associações de Musicoterapia – a UBAM.
O Curso também se modificou no decorrer dos anos e passou a intitular-se Curso de Musicoterapia. O crescimento do conhecimento científico sobre a musicoterapia, propiciado pelo curso, retroalimentou o mesmo, numa constante evolução. Em 1992, foi fundado o Curso de Especialização em Musicoterapia, que tem se revelado da maior importância para a implantação de serviços e novas áreas de atuação por todo o Brasil, incluindo locais em que não existe a possibilidade de se cursar uma graduação […]”.

Atualmente a Associação de Musicoterapia do Rio de Janeiro, AMT-RJ, tem trabalhado para benefício de nossa profissão em diferentes frentes de atuação: viabilizando, divulgando e promovendo eventos, incentivando a produção científica, divulgando as vagas de emprego para musicoterapeutas do estado do Rio de Janeiro, criando estratégias para ampliação de áreas de atuação e melhor remuneração, ou seja, unindo esforços para que nossa prática profissional seja enriquecida constantemente.

O que é?

Musicoterapia é a utilização da música e/ou seus elementos (som, ritmo, melodia e harmonia) por um musicoterapeuta qualificado, com um cliente ou grupo, num processo para facilitar, e promover a comunicação, relação, aprendizagem, mobilização, expressão, organização e outros objetivos terapêuticos relevantes, no sentido de alcançar necessidades físicas, emocionais, mentais, sociais e cognitivas.

A Musicoterapia objetiva desenvolver potenciais e/ou restabelecer funções do indivíduo para que ele/ela possa alcançar uma melhor integração intra e/ou interpessoal e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida, pela prevenção, reabilitação ou tratamento. (Federação Mundial de Musicoterapia Inc. 1996)

 

Inscrições no CBO

Inscrita sob o novo número no CBO 2263-05 no Ministério do Trabalho e Emprego, a profissão musicoterapeuta tem nas associações de musicoterapia suas entidades de classe, as quais são filiadas à União Brasileira das Associações de Musicoterapia – UBAM

 

O que faz?

O musicoterapeuta realiza tratamento musicoterapêutico para a promoção da saúde de pacientes e clientes (sadios ou não), fazendo e utilizando música, estabelecendo vínculo sonoro-musical, interagindo, intervindo e realizando uma leitura musicoterapêutica. Considera o ser humano como um ser bio-psico-socio-espiritual.

 

Onde atua?

Os musicoterapeutas atuam de forma individual ou em equipes em:

– Consultórios
– Ins. de Saúde Públicas e Privadas
– Ins. de Ensino Públicas e Privadas
– Ins. de Amparo Social Públicas e Privadas
– ONGs – Organizações Não Governamentais
– Comunidades
– Atendimento Domiciliar (Home-Care)
– Programas de Promoção de Saúde
– Pesquisa e Desenvolvimento
– Assessoria e Consultoria

 

Público alvo:

gestantes; bebês, crianças, jovens, adultos e idosos.

 

Formação no Rio

Para o exercício da profissão de musicoterapeuta exige-se curso superior (bacharel) em Musicoterapia ou curso de especialização em Musicoterapia, oferecido por Instituições de Ensino Superior, reconhecidas pelo MEC.
Conservatório Brasileiro de Música Rio de Janeiro Bacharelado e Pós-Graduação Lato Sensu em Musicoterapia.
www.cbm-musica.org.br

Para informações acerca de cursos de Graduação e Pós-Graduação Lato Sensu em Musicoterapia acesse o site da União Brasileira das Associações de Musicoterapia- UBAM
www.musicoterapia.mus.br

 

Concurso no estado

>> DEGASE (2012)
>> Prefeitura de Búzios – RJ (2012)
>> Prefeitura Rio das Ostras – RJ
>> Concurso São João da Barra (2010)

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.